quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

"Você se sente deprimido?

Então, só por um momento, sinta-se deprimido,
Sem tentar se livrar desse sentimento,
Sem procurar ter outro tipo de experiência.

Tente deixar de lado a rótulo ' deprimido ',
E comece a investigar a vida que se move por seu corpo,
Que é anterior à palavra, anterior a qualquer conceito.

Sinta diretamente o estado natural das sensações em seu corpo,
Em sua barriga, em seu peito, em sua garganta, em sua cabeça.

Como são as sensações, dolorosas, agudas, variantes? Palpitam, vibram, tremem? Se movem rapidamente ou devagar? Mudam quando você lhes dá atenção?

Permita que as sensações bailem, se movimentem, se intensifiquem ou se afastem.
Não há nada que seja bom nem mau.

Deixa que todos seus pensamentos, imagens mentais, sonhos, fragmentos de história estejam aqui, também.

Permita que fiquem, permita que se vão.
Permita que sejam ondas no oceano de Ti.
Renuncia à cansativa luta de mudar ' aquilo que já é.'
Encontra teu descanso no meio da preocupação.

Constrói uma atenção ao que está presente, não ao que está ausente.

Seja a luz que ilumina, e amorosamente abraça a sua presença consciente.
Neste momento, não trates de fugir da depressão,
Só ouça o cantar deste momento
A canção de um constante mudança."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...