Pesquisar este blog

Carregando...

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Você tem que ser o seu próprio mestre.


O orador não é de todo importante; o que é importante é que você descubra essas coisas por você mesmo, para que seja um ser humano livre e não de segunda-mão. Você tem que olhar para descobrir, descobrir se é ou não é possível para a mente ficar completa e totalmente livre dessa violência, orgulho e arrogância, e assim se deparar com um estado completamente diferente. E para descobrir, você tem que olhar muito intimamente e descobrir por si mesmo; então isso é seu, não de outra pessoa, não algo que lhe disseram, pois não há nenhum mestre e nenhum seguidor.

 Infelizmente a palavra “guru” tem sido recentemente difundida neste país; a palavra em sânscrito significa “aquele que aponta”, como uma placa na beira da estrada. No entanto, você não adora essa placa, não pendura guirlandas em torno dela, nem a segue e realiza todas as misteriosas ordens que um guru supostamente dá; ele é somente uma placa de sinalização na beira da estrada, você a lê e passa por ela.

Portanto você tem que ser o seu próprio mestre e seu próprio discípulo, e lá fora não existe nenhum instrutor, nenhum salvador, nenhum mestre; você mesmo tem que mudar, e por isso tem que aprender a observar para se conhecer. Este aprendizado sobre si mesmo é um assunto fascinante e alegre.…




sábado, 27 de agosto de 2016

Recuperando a visão perdida para quem está ao nosso lado.


Sentir-se solitário e infeliz nos relacionamentos, muitas vezes é o simples deixar de perceber as infinitas possibilidades que todos possuímos, de encontrar novas partes de nós mesmos e novas partes de outras pessoas, ou de reencontrar as partes de nós e dos outros que sempre nos fizeram bem, mas perdemos ou nos afastamos por descuido no meio do caminho.
Relacionamentos sempre exigirão nossa flexibilidade de visão para percebermos em nós e nos outros o que nunca nos permitimos perceber, e também o que sempre percebemos, mas por algum motivo, deixamos de enxergar com o tempo e as adversidades da vida. Nem sempre o melhor caminho é buscar novos relacionamentos que nos despertem novas visões, mas sim nos permitirmos construir uma nova visão, ou recuperar uma visão perdida, sobre quem está ao nosso lado.



terça-feira, 23 de agosto de 2016

A vida começa onde termina o medo

Por: Flavia Melissa
Nunca se esqueça: você tem infinitos e infinitos motivos para ser amado. Ainda que, em seu interior, você conheça algumas coisas a seu próprio respeito que, em sua opinião, te fariam menos merecedor de amor. Você tem infinitos motivos para ser amado.
Ainda que suas dores e seu passado te digam coisas diferentes. Ainda que o medo de que tudo o que já houve um dia aconteça novamente - respeite, mas cuide do seu medo. O medo é uma armadura, que te protege, mas te cerceia os movimentos. O medo te paralisa, ele não te deixa agir. O medo te cega para o que de belo existe, e transforma tudo o que te cerca em uma tela, em branco, onde você projeta cenas desbotadas do seu passado.
Cuide do seu medo: deixe que ele te aponte o que é frágil em você, mas não permita que ele te aponte os caminhos, pois não há caminhos para o medo. O medo vai te convencer, se você assim permitir, de que você não é amado - e acredite: você tem infinitos motivos para ser amado!





quarta-feira, 17 de agosto de 2016

A Felicidade mora no agora...



O momento presente é a coisa mais preciosa que existe
As pessoas não percebem que agora é tudo o que é, não existe passado ou futuro exceto como uma memória ou antecipação em nossas mentes.
O passado te dá uma identidade e o futuro mantém a promessa de salvação ou de preenchimento na forma que for. Em ambos os casos o que temos é ilusório.
O tempo não é precioso de maneira alguma, porque é uma ilusão. O que você percebe como precioso não é o tempo mas o único ponto que está além do tempo: agora. Isto é de fato precioso. Quanto mais você estiver focado no tempo — passado ou futuro — mais você vai perder o agora, a coisa mais preciosa que existe.
Não deixe um mundo doente dizer pra você ter sucesso em outra coisa que esteja além do momento presente.
A maioria das pessoas nunca está presente completamente no agora, porque inconscientemente as pessoas acreditam que o próximo momento deve ser mais importante do que este. Mas assim você perde a vida inteira, que nunca é não-agora.
Assim que você começar a honrar o momento presente, toda a infelicidade e luta se dissolve e a vida começa a fluir com contentamento e facilidade. Quando você age a partir da consciência do momento presente, o que quer que você faça fica imbuído com um sentimento de qualidade, cuidado e amor — mesmo a mais simples ação.

Por: Eckhart Tolle





terça-feira, 16 de agosto de 2016

Porque nossa essência é maior empresa do mundo...


Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo. E que posso evitar que ela vá à falência.
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar autor da própria história.
É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma.
É agradecer ao universo a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um “não”. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.


sábado, 13 de agosto de 2016

Feliz dia dos Pais!

Pais que participam da educação dos filhos criam adultos mais bem-sucedidos e felizes.


 A importância da criação paterna para as crianças – Uma pesquisa apontou que pais que participam da educação de seus pequenos criam filhos mais inteligentes.

A afirmação foi feita no relatório O Estado dos pais no mundo, desenvolvido pela MenCare, organização que atua ativamente em 35 países, com projetos para melhorar a relação entre pais e filhos. Nesse trabalho, foram analisados quase 700 estudos de várias comunidades do mundo, inclusive do Brasil. O resultado? Crianças que recebem apoio e participação do pai durante o processo educativo melhoram o desempenho na escola, e ainda apresentam melhorias no desenvolvimento cognitivo e nas habilidades sociais.

E as vantagens da relação paterna não param por aí: os pais também são beneficiados. Segundo o relatório, os homens mais ativos na rotina da família são também mais saudáveis (apresentam menos problemas físicos e mentais), mais produtivos na carreira e menos propensos ao uso de drogas. Conclusão: esses homens são os mais felizes! É importante dizer, no entanto, que o relatório não faz uma comparação entre a importância do pai e da mãe para o desenvolvimento dos filhos – nem poderia, afinal, ambos são importantíssimos nesse processo, cada um da sua forma.



Benefícios futuros

Além de todos os benefícios durante a infância, de acordo com os estudos, os filhos de pais que cooperam na educação se tornarão adultos mais felizes, bem-sucedidos e com menos chances de se envolverem em atividades ilegais. Outro aspecto interessante é que essa relação também propicia às meninas optarem por carreiras geralmente dominadas por homens, enquanto os meninos são incentivados a ajudar nos serviços da casa. Isso mostra que os pequenos realmente se espelham no exemplo dos pais desde cedo (os homens que atuam mais ativamente na rotina da casa mostram, de forma clara, que não existe separação por gênero nas tarefas domésticas). E ainda, quando se relacionam mais profundamente com as filhas, mostram que elas podem ser e atuar onde quiser.

Fonte: mildicasdemae.com




sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Todos somos médiuns...


Mediunidade não é privilégio, nem um troféu pra ser exibido na sala de estar. Mediunidade é um atributo comum entre todos nós. Todos somos médiuns. Não é porque você vê, sente ou ouve alguma coisa que isso te faz ser melhor e mais privilegiado que o outro. Isso é bobeira. É ilusão e ego de quem está mais preocupado em aparecer e se auto afirmar, do que em fazer. A intuição que todos possuímos já é a melhor e mais eficaz mediunidade que existe. Quando você aceita que é um médium como qualquer outro Ser mortal do planeta, você entende que todos somos meios e intermédios (médiuns) que servem de ponte entre algo invisível e algo visível. Entre o ponto A e o ponto B de qualquer objetivo. E isso é invariável, pois mesmo quem é Ateu ou não acredita nisso, também já nasce médium mediante este prisma de entendimento.
A verdadeira mediunidade, que todos possuímos sem exceção, é a nossa intuição pelo que podemos escolher e fazer de bom e de melhor, para nós e para quem está ao nosso redor. É acordar todos os dias com a certeza de que surgiu mais uma oportunidade de ser gentil, positivo, educado, compassivo e mais humano. É saber que um abraço, um sorriso, um aperto de mãos, um cumprimento, uma gentileza ou uma palavra positiva, podem transformar o dia ou a vida de uma outra pessoa sem que sequer percebamos esse resultado. Isso é praticar mediunidade! Só o ato de pensar desta forma já é uma certeza de que o resultado será positivo e construtivo para nós e para o outro.

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Desenvolvimento pessoal...

Não importa o que aconteça: aquilo no que você acredita determina a sua realidade.
Sua mente é tão poderosa que ela manifesta, do lado de fora, tudo aquilo que existe do lado de dentro, e não importa o que seja. Se você acha que uma determinada comida vai te fazer mal, a comida te faz mal - assim como um relacionamento amoroso acabará em decepção e dor se você assim acreditar.
A mente te diz que uma série de coisas é possível, e outra não - mas a verdade é que vocé consegue fazer algo por acreditar que é possível, e sem saber age no sentido de não realizar o que acredita ser impossível! A crença sempre precede a ação, e sua tendência é ser validada.
Por isso: tome muito cuidado com o que você diz a seu próprio respeito. Tome muito cuidado com tudo aquilo que você afirma com muita convicção, porque no fim, meu amigo, tudo é crença - e você não vê as coisas como elas são, você vê as coisas como você é.



sexta-feira, 5 de agosto de 2016

O que teu cenário interno esta recebendo?

Por : Meire Oliveira
    
Não somos nós que decidimos quem entra e quem sai da nossa vida. É a nossa vibração, é o que a gente permite que façam com o nosso coração. Chega uma hora que a gente não quer forçar nada, porque aprendemos que o natural é mais gostoso de sentir, e paramos com a velha mania de dar tanta importância ao que " o outro me faz, ou deixa de fazer". Porque aprendemos a nos ocupar com a nossa vida, com a nossa história. E tudo ao redor muda de cenário, porque o nosso cenário interno está recebendo o nosso cuidado e achando pelo caminho só gente que tem a mesma delicadeza, o fino trato.

Gratidão pelas voltas que a vida dá. Por tudo o que ela traz e também o que ela leva.



terça-feira, 2 de agosto de 2016

O medo te cega para o que de belo existe...

Por: Flavia Melissa
Nunca se esqueça: você tem infinitos e infinitos motivos para ser amado.
Ainda que, em seu interior, você conheça algumas coisas a seu próprio respeito que, em sua opinião, te fariam menos merecedor de amor. Você tem infinitos motivos para ser amado. Ainda que suas dores e seu passado te digam coisas diferentes. Ainda que o medo de que tudo o que já houve um dia aconteça novamente - respeite, mas cuide do seu medo.
O medo é uma armadura, que te protege, mas te cerceia os movimentos. O medo te paralisa, ele não te deixa agir. O medo te cega para o que de belo existe, e transforma tudo o que te cerca em uma tela, em branco, onde você projeta cenas desbotadas do seu passado.
Cuide do seu medo: deixe que ele te aponte o que é frágil em você, mas não permita que ele te aponte os caminhos, pois não há caminhos para o medo. O medo vai te convencer, se você assim permitir, de que você não é amado - e acredite: você tem infinitos motivos para ser amado.
Com o fluxo da vida, tudo o que existe é o amor. 






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...