terça-feira, 30 de junho de 2015

A viagem do seu crescimento interno.

Por: Rosalia Schwark

A viagem mais importante da sua vida, é a sua viagem interna, aquela que acontece da sua cabeça até o seu coração. 
Para viajar leve e ter maior possibilidade de encantamento, acompanhe-se de duas excelentes parcerias: A responsabilidade e a maturidade.
A Responsabilidade é parar de olhar para fora e decidir que tudo depende de aumentar a sua habilidade de responder ao mundo. Quando você avalia as situações da sua vida , com a sua cabeça voltada para as formas que você pode ser mais habilidoso e o seu coração voltado para as formas de demonstrar sua aceitação de si mesmo, a paisagem final é a sabedoria.
Não é o mundo lhe causando algo. É você causando a sua expressão no mundo .É você afetando o mundo. 
A Maturidade é criar um espaço para negociar satisfações com o outro. Sua cabeça voltada para o que quer ganhar e o que pode entregar em troca e seu coração atento para a compaixão, ou seja, a percepção que somos todos iguais. Todos queremos a mesma coisa - ser feliz e evitar o sofrimento. A paisagem final é a flexibilidade.
Não é o outro lhe causando algo. É você causando sua expressão no outro. É você afetando o outro.
Quando você vislumbra a sua sabedoria e a sua flexibilidade, você se dá conta, que realizou a mais excitante viagem da sua vida - a viagem do seu crescimento interno.

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Comprometimento é maturidade

"As pessoas vão de um guru para outro, de um mestre para outro, de um templo para outro; não porque sejam grandes buscadores, mas porque são incapazes de decidir. Assim elas ficam indo de um para outro. Essa é a maneira delas evitarem se comprometer.

O mesmo acontece com outros relacionamentos humanos: um homem vai de 
uma mulher para outra, vai mudando. As pessoas acham que ele é um grande amante; ele não é um amante de jeito nenhum. Ele está evitando, ele está tentando evitar algum envolvimento mais profundo, porque com envolvimento mais profundo os problemas precisam ser enfrentados, e precisa passar por muito sofrimento. 

Assim a pessoa simplesmente joga seguro; a pessoa toma a decisão de nunca se envolver profundamente com alguém. Se você for muito fundo, você pode não ser capaz de voltar facilmente. E se você for muito fundo com alguém, a outra pessoa irá fundo com você também; é sempre proporcional. Se eu for muito fundo com você, a única maneira é permitir que você também vá fundo em mim. É um dar e receber, é um compartilhar. 

quarta-feira, 24 de junho de 2015

Sobre a vida Sobre a morte

Por: Flavio Siqueira

Não é sobre amor. Nem sobre a vida. Nem sobre a morte. Não se trata de poder, de ganância, de fé, de religião, de felicidade ou infelicidade. No fim o que a maioria de nós está tentando fazer é lidar com a ideia do "fim", especialmente da morte. Estamos tratando da vida sob a perspectiva do medo e, a partir disso, construindo nossos casulos com placas motivacionais. Pessoalmente acho que não precisa ser assim. 
Acompanhe o vídeo abaixo, permita-se refletir comigo nos próximos 14 minutos e 17 segundos.


terça-feira, 23 de junho de 2015

Olhar ilusionista ou olhar visionário?

Se você analisar a sua realidade e ela não for como você gostaria, sua tendência é acessar uma região no cérebro que se chama " amígdala cerebral " ,que é uma espécie de radar a procura do mínimo problema . Ao encontrar um problema esta região com a intenção de proteção, produz adrenalina , uma substância para fazer você ter química para lutar ou fugir. Como você na realidade não luta e nem foge, esta substância se transforma em cortisol, uma química que produz o stress no seu organismo. Você fica com uma tendência que envenena a sua mente : preocupações excessivas e ruminações. 
A análise excessiva da sua realidade ,quando ela não é como você gostaria, produz um redemoinho de emoções que impede a sua clareza mental e sua criatividade.
A saída é ter um olhar visionário. Aprender a manter o foco num propósito maior que produza energia para você superar o momento atual que pode ser desafiador. Não é um olhar ilusório e sim, um olhar inteligente de quem sabe usar o seu potencial cerebral na sua melhor versão - ativar outra região cerebral, chamada córtex pré -frontal esquerdo e produzir a química do bem -estar, e assim ,ter recursos de lucidez mental e criatividade para encontrar soluções e aliados no mundo externo para facilitar sua caminhada de encontro com o que você quer viver.
Você sempre tem duas escolhas. Ou se afunda na realidade que você não quer viver com suas explicações e justificativas realistas ou se eleva através de um olhar de quem crê nos milagres que um ser humano é capaz de efetuar.
O que se afunda é um desiludido , com tendência forte a ser um frustrado.
O que se eleva é um iluminado, com tendência forte de transcender suas próprias capacidades e acessar um poder maior que o seu para auxiliá-lo na descoberta de soluções.
Eu creio no ser humano e seu potencial milagroso e assisto diariamente no meu trabalho a capacidade impressionante de uma pessoa com olhar visionário. Vale muito a pena espalhar esta notícia ..... Você é mais capaz do que pensa que é!!!!!
 Por uma vida boa . Por uma vida leve.

sábado, 20 de junho de 2015

Ninguém é perfeito, mas podemos ser melhores...

Não busque a perfeição. Esqueça. Ser perfeito deturparia nossa condição humana, naturalmente ambígua, e nos transformaria em seres arrogantes.
Somos contraditórios e tropeçamos em nossos limites com muita frequência, portanto, insisto: deixe de cobrar perfeição de si mesmo. Seria um peso que, acredite, lhe sobrecarregaria.
Mas, preste atenção, isso não quer dizer que deve se conformar com o que sente que precisa mudar. Eu e você carregamos níveis de condicionamento, de formatação, de limites auto impostos que precisam, aos poucos, serem transcendidos. Basta enxergar-se com honestidade para chegar a essa conclusão.
Então, como fazer? Em primeiro lugar pacificando-se. O primeiro sintoma da felicidade é pacificar-se com o que consegue ser hoje. Sei que não é o ideal, nunca é. Mas aceitar-se como pode, aquietando a mente inquisidora, é o início de tudo.
É preciso a consciência de que a perfeição inclui a imperfeição. Especialmente pelo fato de que nenhum de nós sabe com clareza o que é luz e o que é trevas, o que é bom e o que é mau, o que é perfeito e o que é imperfeito. Julgamos saber, mas nosso juízo é absurdamente limitado aos condicionamentos que, sem perceber, vamos anexando a mente e transformando em verdade absoluta. A certeza de que sabemos é o sintoma mais claro de quão distantes estamos da verdade.
A busca pela perfeição é utópica a começar por nossas próprias distorções, sutis tantas vezes, tendenciosas o suficiente para transformar algo genuíno em soberba.
Você duvida? Basta observar a historia humana e concluir como lindas ideias viraram ferramentas de manipulação, como insights iluminados foram se transformando em grossas e pesadas correntes mentais, como tanta gente que iniciou um caminho com boas intenções, com tantas coisas interessantes para compartilhar, perdeu-se na própria luz, até não enxergar mais nada. Cegueira branca.
Portanto, aquiete-se com o que é. Ninguém é perfeito, mas podemos ser melhores. Cada um enxergue a si mesmo com isenção e projete sobre o que vê a luz da consciência. Com o tempo vamos aprendendo a nos pacificar, até que a paz seja a água que nos lava de toda pretensão de ser o que não somos.
Nossa beleza habita em nossa humanidade e nossa humanidade, contraditória, ambígua tantas vezes, é o caminho para aceitarmos em paz cada processo que nos leva à perfeita imperfeição.

terça-feira, 16 de junho de 2015

Torne-se um – Por Osho

Primeiro fique sozinho.
Primeiro comece a se divertir sozinho.
Primeiro amar a si mesmo.

Primeiro ser tão autenticamente feliz, que se ninguém vem, não importa; você está cheio, transbordando.

Se ninguém bate à sua porta, está tudo bem – Você não está em falta.
Você não está esperando por alguém para vir e bater à porta.
Você está em casa.

Se alguém vier, bom, belo.
Se ninguém vier, também é bom e belo

Em seguida, você pode passar para um relacionamento.

Agora você se move como um mestre, não como um mendigo.
Agora você se move como um imperador, não como um mendigo.

E a pessoa que viveu em sua solidão será sempre atraído para outra pessoa que também está vivendo sua solidão lindamente, porque o mesmo atrai o mesmo.

Quando dois mestres se encontram – mestres do seu ser, de sua solidão – felicidade não é apenas acrescentada: é multiplicada.

Torna-se uma tremendo fenômeno de celebração.
E eles não exploram um ao outro, eles compartilham.

Eles não utilizam o outro.

Em vez disso, pelo contrário, ambos tornam-se UM e desfrutam da existência que os rodeia.



segunda-feira, 15 de junho de 2015

Onde você está colocando a sua atenção?

Por: Rosalia Schuwark 

Você já tem o quer. 
No momento que concebe uma ideia , ela já existe disponível para você.. A ciência já começou a provar isto ,através da física quântica. A inteligência infinita e potencialidade do campo quântico já tem todas as possibilidades, no momento que você " atira a pedra", ondas começam a se formar e sua ressonância retorna a você de acordo com o seu pedido.
Você já tem toda a riqueza , talvez você ainda não tenha experimentado. Existe uma diferença entre ter e experimentar. Por exemplo, você tem a possibilidade de viajar de avião, de surfar numa onda, de mergulhar no mar, talvez você ainda não tenha experimentado. Mas todas estas possibilidades já estão disponíveis para você.
Você TEM TUDO , tudo lhe está disponível. Você pode ainda não ter experienciado. Para experienciar a riqueza que você deseja, você tem que ATIVÁ-LA. Tudo existe num certo nível de possibilidade ,mas você precisa observar para que se materialize. Você é a causa primeira de tudo e não o que você vê. O que você vê é o efeito de sua observação.
Onde você está colocando a sua atenção? 
Tudo que está na sua vida , criou forma , ou seja, contornos, limites e características , de acordo com o que você foi moldando com sua observação consistente.
Sua observação consistente criou, cria e criará sua experiência. Vivemos nossa própria mente expressa na realidade.
Cada vez que pensamos e sentimos afetamos o mundo,ativando o melhor ou o pior.
Cada vez que pensamos e sentimos afetamos o nosso cérebro , ativando o melhor ou pior do nosso grande potencial.
Sua riqueza ou pobreza dependem do que você está ativando. Tudo existe, todas as mais ricas e variadas possibilidades e de forma totalmente abundante. Depende de você experimentá-las ou não.
Neste exato momento, tem um ser humano tendo e experimentando a abundância que você deseja. Ele não tem nenhum privilégio a mais que você , a não ser a ousadia de se permitir.

sábado, 13 de junho de 2015

Como controlar a raiva...

Por: Flavio Siqueira
– Quando sentir sua raiva, observe-a. Tente por um momento perceber como ela te modifica, como fragiliza suas convicções, como te animaliza, te expõe. Não tente deixar de senti-la, nem lute contra ela, isso a fortalece. Apenas observe sua raiva, isso é projetar-se sobre ela, é jogar luz nessa parte escura. A escuridão se dissipa com a luz. A raiva se dissolve sob a luz da consciência que se desenvolve e aprende a enxergar.
“Na verdade, foi o que eu acabei fazendo, me observei!! Mas minha mente ficou inquieta… Fazia perguntas que me incomodavam, tipo “por que tua ainda sente raiva?” “tu sabe o que acontece no teu corpo quando tu sente raiva?” “por que isso ainda não mudou?” etc… Como calar essa voz ou não se incomodar com ela??”
-Você não se observou, você se analisou. São coisas diferentes. Na observação não há perguntas nem julgamentos, na analise há. A consciência apenas vê, não faz analise moral, simplesmente se desloca do ego e tenta enxergar-se. Tente. E quando as perguntas vierem não tente respondê-las, não dê bola, não as alimente. Isso faz parte de um recurso mental que tenta sobrepor-se a consciência e, se alimentado, piorará a situação porque provocará culpa. Não faça juízo, nem perguntas, nem tente respostas. Observe-se somente e a paz dissolverá a raiva como a luz dissolve a escuridão. 

sexta-feira, 12 de junho de 2015

Por que tanta gente bem intencionada não tem o que quer?


Muitas pessoas me revelam: Sou uma boa pessoa, pratico a bondade, só quero o bem dos outros, faço de tudo para ser o melhor e mesmo assim, nada acontece do jeito que quero.Isso me parece injusto!!!!!!
Tem uma passagem na Bíblia que diz mais ou menos assim: " Aqueles que tem, mais lhe será dado e aqueles que não tem, até o que tem lhes será tirado" . Por muito tempo não compreendi essa passagem e achei também muito injusta, até compreender a lei da atração.
Aqueles que tem ENERGIA mais lhe será dado e aqueles que não tem energia, até o que tem , lhes será tirado e não importa quão bondoso e correto ele seja.
Não é o que você quer e merece que acontece na sua vida, e sim, ONDE você VIBRA mais. Você pode ser uma pessoa bondosa, honesta, bem intencionada, mas vibrar constantemente no nível da ausência daquilo que você quer.
Tive uma cliente que chegou pra mim avisando que tinha uma carga muito pesada para carregar na sua vida , que era a causa de todo o seu sofrimento de anos, sua artrite reumatoide que trazia dores horrorosas. Contou em detalhes toda a sua " saga" em busca de cura, todos os tratamentos, médicos, dores insuportáveis e a questão existencial : POR QUE COMIGO MEU DEUS?????
Eu avisei: Você quer deixar essa carga no chão do meu consultório a partir de hoje e fora da sua vida? E entender que enquanto você olhar para ela é a sua decisão de pegar novamente essa carga para você e nem eu nem Deus temos o poder de interferir na sua decisão? Você busca tratamentos e profissionais para largar a carga mas não o faz, e depois acha que são os profissionais ou tratamentos que não funcionam. Gasta fortunas e depois das consultas , pega a carga novamente para você!!!!!! A verdade é que você não larga a ATENÇÃO desse problema.
Onde você coloca a sua atenção é um PEDIDO e a lei da atração funciona queira você ou não aquilo.
Mas a DOR me faz prestar atenção!!!!! 
Se sua dor chama a sua atenção, aprenda a desviá-la , aprenda a olhar para o que você quer, o ALÍVIO. Quanto mais consistentemente você olhar para o alívio da dor, mais o alívio da dor será o seu pedido e a sua atração.
Você pode estar cheio de boas intenções e cheio de bondade mas não se liberar da carga pesada daquilo que você define como problema. 
Aquilo que você define como problema tem que ser liberado da sua atenção!!!!!!!!
Todos nós , independente de quem somos, teremos o que mais ativamos com a nossa atenção. Somos 100% responsáveis por tudo que está ou não está na nossa vida. Somos livres a todo o momento para decidir se carregamos ou não a carga.
É muito JUSTO, visto que serve para todos e é uma lei universal- Você só pode ter o que concebe.

quinta-feira, 11 de junho de 2015

Afaste-se de pessoas que lhe fazem sentir-se mal.

De fato estamos cercados de pessoas tóxicas.

Pessoas que são egocêntricas, manipuladoras, interesseiras, arrogantes, rancorosas, amarguradas, mal amadas, invejosas ou fracassadas, que não conseguem ver o sucesso ou a felicidade alheia. Enfim, pessoas sombrias que minam os relacionamentos e amizades com intrigas, críticas excessivas, falta de consideração e respeito pelo outro e abusos verbais ou físicos. Pessoas muito perigosas de se conviver.

Essas pessoas tóxicas acabam, de alguma forma, nos envenenando. Direta ou indiretamente, acabamos agindo por influência delas, seja com atitudes ou omissões. Muitas vezes acabamos agindo por impulso para evitar essas pessoas, ou, na pior das hipóteses, acabamos agindo da mesma forma. São pessoas nocivas, intoxicando nosso comportamento e nos levando a agir e a tomar decisões que, em outras circunstâncias poderiam ser completamente diferentes.

São tóxicas, porque conseguem despertar o que há de pior dentro de nós, não apenas no sentido de maldade ou crueldade, mas no sentido de perdermos a identidade, a autonomia, a energia, a iniciativa e o poder de decisão. Ficamos estagnados, hipnotizados, paralisados. São verdadeiros vampiros, sem Luz própria, que consomem nossa energia vital, que exploram e manipulam pessoas de acordo com os seus interesses e vivem às custas da energia dos outros para se sustentarem.

quarta-feira, 10 de junho de 2015

Aprendendo a ser rica eliminando a pobreza das proporias ideias....

Por: Rosalia Schwark
A pobreza nasce de duas coisas: a primeira a pessoa não tem noção da abundância universal que a circula e a segunda é que ela está envolvida com o MEDO.

A riqueza nasce do oposto, da noção dos imensos recursos disponíveis e da certeza que tudo será provido.
Se você consegue realmente sentir essa verdade, tudo irá chegar no tempo certo e de formas surpreendentes, manter-se em PAZ e com suas ideias bem dirigidas, a lei da equivalência mental providencia suas réplicas físicas.
O nosso maior inimigo é a ansiedade, a energia criada pelo medo, você começa a se questionar, quando vai acontecer, como vai acontecer, com quem, de que maneira???????? Suas interrogações vão consumindo sua energia, eliminando sua fé e criando os obstáculos, sim as dificuldades são criadas pelas ideias obsessivas de encontrar uma saída. Você perde a potencia de sua vontade, a sua visão fica turva e você passa a ter percepções influenciadas pelas dúvidas, julgamentos limitantes e medo que no futuro tudo possa dar errado. A pobreza se instala.
A fé inabalável é quando todas as limitações são eliminadas. Você sabe o que quer e pronto, decide que não irá abrir mão e ponto, não define os como para não interferir na ordem maior das coisas , fica atendo aos sinais e age sobre eles. A riqueza se instala.
A riqueza e a pobreza são o resultado dessas energias internas funcionando dentro de nós e produzindo suas extensões que se manifestam em forma de matérias.
Dê uma boa olhada nas suas materializações elas representam sua jornada interna, elas demonstram se você está caminhando com o medo ou com a fé. Se você estiver em boa companhia, relaxaaaaaaa, se entregue e aproveite as surpresas desse caminho abundante. Se estiver em má companhia , pare agora, de nada adianta prosseguir, as perturbações irão tirar o seu prazer de viver. Aprenda que não há nada que possa o limitar a não ser os seu próprios pensamentos. Troque de polo, crie riquezas de novas e melhores ideias e deixe que elas em paz, possam trazer facilidades e facilitadores.
Aprendi ser rica assim, eliminando a pobreza de minhas próprias ideias!!!!!!!!


terça-feira, 9 de junho de 2015

Gripes e Resfriados: Veja e o seu Significado

 Por : Cristina Cairo - Livro Linguagem do Corpo
As pessoas que ficam resfriadas ou gripadas com facilidade mostram sua revolta contra pensamentos contrários aos delas. Também mostram que muita coisa está acontecendo ao mesmo tempo em seu ambiente, fazendo com que ”não tenham tempo” para si mesmas. Quando você se atola de compromissos que inibem Seu jeito real de viver e deixa de lado o seu lazer para ”trabalhar por necessidade”, você acaba desorganizando inconscientemente seu metabolismo e a gripe vem como forma de ”congestionamento” na sua cabeça (simbolicamente, significando congestionamento de ocupações) que vai fazer você ficar doente para obrigá-lo a parar um pouco e voltar a se ocupar consigo mesmo. Esse, na verdade, é um desejo consciente, mas que, devido à situação, não pode ser revelado. Então, sua mente”providencia” um mal-estar para que você tenha uma desculpa e possa fugir daquele ”inferno”, ”sem carregar culpa”. Gripe é, basicamente, uma congestão de influências externas que você rejeita na mente.

Aproveite a gripe para refletir e fazer mudanças em seu comportamento. Ninguém é obrigado a fazer o que não quer, nem a assumir sozinho uma situação. Reaja, com amor, sobre momentos desencadeadores desse caos interno... e a doença desaparecerá! Duvide dos costumes antigos cuja crença, generaliza, é que a gripe e o resfriado são provocados pelo clima, pelo ”chão frio”, pelo ”golpe de ar gelado”, pelo excesso de sorvete, etc., etc. Os próprios psicanalistas já admitem que tudo são somatizações. Portanto, quem ainda não acredita nisso é porque mantém, enraizado em seu subconsciente, as instruções negativistas da própria educação.


O inconsciente se encarrega de criar o tipo de doença que coincida com o tipo de trabalho da pessoa, ou aproveita uma situação apropriada para que a crença do indivíduo faça sentido. Estamos nos familiarizando, cada vez mais, com a mente interior e logo nosso cérebro se adaptará com o’ modo correto de pensar.
Realmente é difícil transmitir esse tipo de informação para as mentes que preferem se acomodar no passado. Ainda existem poucos livros que afirmam, com absoluta convicção, que a doença não existe, mas, com certeza, ainda serão divulgadas novas descobertas acerca da cura das doenças pela terapia psicossomática. Está muito próximo o momento em que este conhecimento será aceito completamente.
Por enquanto, vamos tentando transmitir essas informações aos amigos e aos leitores que, cie um modo geral, se interessam em saber ”sobre o futuro no presente”.

A saúde está em suas mãos.




domingo, 7 de junho de 2015

Desapegue-se da sua dor....

Por: Flavio Siqueira
Quantas vezes o fim de uma relação gera um sentimento devastador, como se não houvesse mais chão nem referências! Seja o fim de um casamento, a perda de um ente querido, um amigo próximo que vai embora, o fato é que acontece com frequência.
Entendo que seja difícil e o sentimento de vazio, o sofrimento, o luto são inevitáveis na maioria dos casos. No entanto, permanecer no buraco eternamente é uma escolha, uma concessão de quem sofre. Há pessoas que se agarram ao vazio da perda como se esse vazio pudesse substituir quem foi embora. É quase como um tipo de lealdade as avessas que faz o sofredor se sentir culpado por deixar de sofrer, apegando-se ao objeto do sofrimento como se dependesse disso.

Esse não percebe que sofrimento também nos revela, afinal, escancara onde estão os vazios, os medos, as zonas de conforto que precisam ser encaradas. Encarar-se é uma escolha, iluminar os cantos sombrios da alma com a luz da consciência também é uma escolha que depende unicamente de cada individuo.
Se estiver sofrendo, cumpra seu tempo de luto em paz. Só não esqueça que ele tem tempo para terminar e, se você quiser, sairá melhor do que entrou. Desapegue-se da sua dor para que ela não apodreça e te estrague junto. É preciso caminhar e recuperar a felicidade no caminho, nos presentes e compensações que a vida dá, na coragem de recomeçar, de ser de novo. 


sábado, 6 de junho de 2015

Mundo que é em mim

Por: Flavio Siqueira 
Não queremos conhecer, queremos crer. Crer é mais fácil. Não há questionamentos, nem dúvidas, nem contradições. É porque é e pronto. Saber – ainda que seja tão pouco – nos revela. Por isso é tão difícil. Mas não posso saber sobre você, sobre o outro, sobre Deus, se antes não souber sobre mim.

Caso contrário tudo o que pensar que sei será projeção amedrontada, será fuga, será mecanismo de defesa. Antes (ame ao próximo como a ti mesmo) preciso me enxergar e pelo menos tentar saber quem sou. O problema é que vivo em constante “estar sendo”, não me sinto pronto, as experiências estão me ajudando a ser, caminho e vou sendo modelado pelo que escolho, sempre. Por isso tudo o que vejo é parcial. Estou aprendendo a ser enquanto vejo um pouco sobre as complexidades que me habitam. Agora não dá mais para simplesmente ser como todos, acreditar como todos, dizer o que todos dizem. Não quero mais um grupo, uma crença ou qualquer coisa que me respalde. Preciso entender o que sou. Olho para dentro e vejo o holocausto. Sou um dos judeus massacrados pelo nazismo. Sou o soldado alemão. Aquele menino com fome na esquina.

Ele me enxerga e não sabe que estou nele, que está em mim, apenas olhando em perspectivas diferentes. Sou o cara armado na esquina, a mulher que chora pelo marido violento, as dores, os encontros, a vida e a morte. Vejo tudo habitando dentro. Deus inclusive. Em mim, em tudo. Deus nas montanhas e Deus no holocausto. Deus no oceano e Deus nas favelas ocupadas pelo tráfico. Deus na criança amorosa, Deus em Bin Laden. Selvagem. Fora do controle de minhas caixinhas que tentam explicações, que querem crer, que fazem de tudo para limitar em previsibilidades o que jamais será previsível. Não posso entender Deus olhando para história. Olhando de perto verei complexidades.

Contradições que me inquietarão para sempre. Sob a luz da consciência as crenças muitas vezes se dissolvem e dói. Precisamos das caixas para nos protegermos da luz que nos revela, machuca os olhos, expões nossas ambivalências. Mas quem permite vasculhar-se aquietará. Saberá que o mundo de fora reflete o de dentro, sempre. Que a humanidade e suas loucuras projetam o que somos. Sou bom e sou mau, sou luz e sou trevas, sou amor e sou loucura, sou selvagem enquanto caminho. Estou sendo. E Deus é em mim.


quarta-feira, 3 de junho de 2015

O Mundo Além das Palavras


Dentro deste mundo há um outro mundo impermeável às palavras.
Nele, nem a vida teme a morte, nem a primavera dá lugar ao outono.
Histórias e lendas surgem dos tetos e paredes, até mesmo as rochas e árvores exalam poesia.
Aqui, a coruja transforma-se em pavão; o lobo, em belo pastor.
Para mudar a paisagem, basta mudar o que sentes;
E se queres passear por esses lugares, basta expressar o desejo.
Fixa o olhar no deserto de espinhos.
- Já é agora um jardim florido!
Vês aquele bloco de pedra no chão?
- Já se move e dele surge a mina de rubis!
Lava tuas mãos e teu rosto nas águas deste lugar, que aqui te preparam um fausto banquete.
Aqui, todo ser gera um anjo; e quando me vêem subindo aos céus, os cadáveres retornam à vida.
Decerto viste as árvores crescendo da terra, mas quem há de ter visto o nascimento do Paraíso?
Viste também as águas dos mares e rios, mas quem há de ter visto nascer de uma única gota d'água uma centúria de guerreiros?
Quem haveria de imaginar essa morada, esse céu, esse jardim do paraíso?
Tu, que lês este poema, traduze-o. Diz a todos o que aprendeste sobre este lugar.
(Poesias Místicas - Jalal-ud-Din Rumi)


Voz :Letícia Sabatella


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...