segunda-feira, 30 de junho de 2014

Acredite no seu coração.

Qual a diferença entre fé e medo?
Nenhuma.
Ambos são acreditar em algo que não existe ainda.

Todas as vezes em que você duvidar de que é capaz de viver seus sonhos lembre-se de que absolutamente nada pode ser mais forte do que um desejo verdadeiramente oriundo do seu coração. Não vindo do medo, ou da evitação, ou do receio - da mente. Eu disse, do coração.
Acredite no seu coração. Acredite na sua verdade. E sempre que começar a achar que seu medo ou sofrimento são grandes demais, não se esqueça: pelo menos uma vez na história da humanidade, alguém mais já viveu exatamente o que você está vivendo. Todas as dores da humanidade são isso: dores da humanidade, combate entre mente e coração, eu e ego, amor e medo. Sintonize-se com o amor, preocupe-se apenas com isso. Vá adiante.
Lembre-se: você pode estar tão perto de onde quer chegar que, talvez, a felicidade seja só seguir em frente.

Flavia Melissa 

sábado, 28 de junho de 2014

Como aprender sobre si mesmo

Por onde quer que se vá, encontram-se seres humanos com mais ou menos os mesmos problemas. Todos anseiam por um pouco de paz, de felicidade. Em um mundo tumultuado por guerras, rivalidade e conflitos, queremos um refúgio. Para o corpo e para a alma. Então, começamos a buscar incessantemente. Passamos de um líder a outro, de uma organização religiosa a outra, de um mestre a outro.

Agora, pergunto: o que realmente desejamos? Estamos procurando felicidade ou algum tipo de satisfação que, esperamos, nos torne felizes? Há uma diferença considerável entre os dois. Porque talvez você possa encontrar satisfação, mas felicidade é impossível. Felicidade é um derivado, um subproduto de algo mais difícil de nomear. Então, antes de entregarmos a mente e o coração a algo que exija muita seriedade, atenção, pensamento e cuidado, devemos investigar bem para descobrir o que estamos buscando. Receio que muitos de nós estamos procurando satisfação.

sexta-feira, 27 de junho de 2014

11 maneiras de usar o mel para a sua saúde

Ciclo Menstrual
Mel estimula a produção de ácidos graxos ômega-6 ácidos graxos que regula processos hormonais em nosso corpo. A recomendação é tomar uma colher de sopa de mel em um copo com água morna ou chá de ervas, uma vez por dia.



Ressaca


Beber álcool carrega o fígado, o que leva a sintomas conhecidos de desidratação, sede, dor de cabeça e náuseas. Beber um copo de água morna com metade de um limão fresco e meia colher de chá de uma colher de chá de mel vai ajudar a desintoxicar o fígado e reduzir o efeito de álcool.



quinta-feira, 26 de junho de 2014

Intuição

 Por: Rosalia Schwark 
Através da intuição, acessamos o conhecimento direto da fonte que existe dentro de nós.

 Para desenvolver nossa capacidade intuitiva temos que criar espaço para a curiosidade, cultivar as indagações e abandonar as certezas absolutas e criar espaço para a introspecção, que vai trazer ideias novas e reveladoras.

Se você usar apenas a sua área intelectual para acessar o conhecimento, vai perder uma parte de grande significado, que faz com que um dia normal se torne um espetáculo de inspiração e transformação.

Dedique tempo para desenvolver sua intuição e viva com mais intensidade as belezas do mundo.

quarta-feira, 25 de junho de 2014

A coragem de não interferir

Se você é um pai, você vai precisar de muita coragem - para não interferir. Abra as portas da direções desconhecidas para a criança, assim ela pode explorá-las.

Ela não sabe o que há dentro dela, ninguém sabe.

Ela tem que tatear no escuro. Não deixe-a com medo da escuridão, não deixe-a com medo do fracasso, não deixe-a com medo do desconhecido. Dê-lhe apoio.

Quando ela estiver indo em uma viagem desconhecida, envie-a com todo o seu apoio, com todo o seu amor, com todas as suas bênçãos.

Não deixe que ela seja afetada por seus medos.

Você pode ter medos, mas mantenha-os para si mesmo. Não descarregue esses temores sobre a criança, porque isso será interferir.

Osho



domingo, 22 de junho de 2014

Os três caminhos ocultos que levam o trigo a te engordar.

Se fala muito de comida sem glúten atualmente. Existem livros e sites, restaurantes com menus sem glúten, e supermercados, com centenas de novos produtos sem glúten na prateleira. Isto é um modismo, ou um reflexo da resposta a um problema real?

Sim, o glúten é um problema real. Mas o problema não é apenas o glúten. Na verdade, existem três grandes razões ocultas que tornam os produtos derivados do trigo, e não apenas o glúten (junto com o açúcar em todas as suas formas) um dos principais contribuintes para a obesidade, diabetes, doenças cardíacas, câncer, demência, depressão e tantos outros males modernos.

É por isso que hoje há 30 por cento a mais de obesos do que desnutridos no mundo, e é por isso que o estilo de vida e a dieta matam mais do que o dobro de pessoas com doença infecciosa no mundo. Estas doenças crônicas não transmissíveis, vão custar à nossa economia global US$ 47 trilhões ao longo dos próximos 20 anos.

sexta-feira, 20 de junho de 2014

Para Descansar a Alma

"Arranje um cantinho sossegado e uma almofada gostosa. Acenda um incenso de sândalo. Sente-se com as costas bem retas. Coloque as mãos sobre os joelhos, com as palmas para cima e balance o corpo lentamente da esquerda para a direita, de movimentos maiores a movimentos menores, como um pêndulo, até encontrar o centro de equilíbrio do corpo.

Pare aí. Inspire profundamente e solte o ar lenta e completamente pela boca. Relaxe os ombros. Inspire novamente e solte o ar pela boca. Então cerre os lábios, coloque a ponta da língua no céu da boca e respire pelas narinas. Mantenha os olhos entreabertos, apenas pousados a sua frente.

Ouça todos os sons. Sinta todas as fragrâncias. Perceba o ar, a temperatura em sua pele. Você está pensando? Ou não está pensando? Verifique sua postura. Costas eretas. Cabeça como se um fio puxasse para o céu. Pernas firmes pela força da gravidade. Não julgue. Nem certo nem errado, nem bonito nem feio. Seja. Apenas sentar.

 Inter sendo com tudo que existe. Que bom estar viva. Este instante aqui e agora é o céu e a terra. Isso é tudo. Tudo é nada."

Monja Coen

quarta-feira, 18 de junho de 2014

Nada é exatamente como percebemos.

Nada é exatamente como percebemos. Cada um de nós enxerga a partir de lentes embaçadas, mentes condicionadas por tantos conceitos, tantas impressões, tantos vetores que não nos damos conta.

Você só conhece uma versão. Olha por uma única fresta e pensa que viu tudo. Sente-se seguro por acreditar que sabe. Pensar que sabe lhe deixa seguro.

A ciência pensa que sabe, a filosofia imagina ter chegado à algum lugar, a teologia orgulha-se sem saber que não sabe.

A maioria de nós se apegou às próprias certezas e a partir delas construiu castelos imaginários que o tempo, as perdas, as dores, os imprevistos da vida podem facilmente destruir. Tememos a desilusão. Enxergar desilude.

E então vivemos como quem se esforça para acreditar que tudo será como parece , que os castelos serão inabaláveis, que as coisas farão sentido conforme a lente embaçada e a vida será sempre mar tranquilo, como se todas as possibilidades, todas as variáveis, todos os caminhos coubessem na caixinha de fósforo que vivo, no grãozinho de arroz que sou.

segunda-feira, 16 de junho de 2014

MOVA-SE

Você é 100% responsável por tudo que está ou não está na sua vida.
Não tente se explicar ou dividir as responsabilidades. 
Assuma : Se algo está ou não está na minha vida EU E SOMENTE EU sou 100% responsável. 

Isso não tem intenção de gerar culpa ou pressão e sim, gerar PODER , que signfica ,não depender ou ficar vulnerável a mudança do outro (s) ou do mundo.
Nossa primeira tendência é apontar para fora e dizer , não sou eu é o outro. Nesse momento, instalamos a postura da espera. Espera que o outro mude, espera que o mundo mude, espera que as condições ideais aconteçam.....você não se move mas deseja que o mundo se mova????? Não lhe parece incoerente??????

sábado, 14 de junho de 2014

Invista em você

Precisamos nos tornar interessantes para nós mesmos para depois nos tornar interessantes para os outros.


Deveríamos trocar a busca pelas pessoas certas, clientes certos , negócios certos, pela autogestão de nossos temores e expectativas internas.

Ao invés de tentar entender o que se passa com o outro , deveríamos entender o que acontece dentro de nós,o que move nossas emoções e o que tranca nossa energia, o que move nossos comportamentos e o que nos paralisa, aprender a remover as nossas barreiras é abrir espaço para o interessante e os interessados se aproximarem.

Quando você olha ao seu redor e percebe que quer mais, é o momento para olhar para dentro e se tornar mais.
Tudo que você quer ver materializado na sua vida é uma construção que começa dentro do próprio terreno da sua mente.

Crie um terreno fértil para sua expansão. Você é um eterno tornar-se.
Interesse-se por sí mesmo. Invista em você e naturalmente tudo que estiver fora , fará o mesmo.

Por: Rosalia Schwark.

sexta-feira, 13 de junho de 2014

A beleza está em mim

Eu estou consciente e tenho o poder de pensar como eu quero. Tenho o direito de pensar no que eu quero para o meu próprio bem. Eu tenho e posso impor ao meu mundo interior tudo aquilo que eu quiser. E quero me sintonizar com o melhor. Esqueço, a partir de agora, a pessoa que eu fui, sobretudo meus vícios de pensamentos. Penso apenas na paz. Penso nela, permitindo que seu perfume toque minha aura e atinja todas as áreas da minha vida, todos os cantos do meu corpo. Penso na paz com uma mensagem de ordem e equilíbrio perfeito. 

Deixo fluir na minha cabeça a consciência do 'eu posso'. Eu posso estar na paz. Impor essa paz é praticar o meu poder pessoal com responsabilidade divina, obtida por herança natural. O melhor para mim é um grande sorriso no peito. É a felicidade barata e fácil a que tenho direito. É tão simples pensar que o melhor está em mim! A beleza está em mim. A suavidade está em mim. A ternura, o calor, a lucidez e o esplendor das mais belas formas do universo estão em mim.

quinta-feira, 12 de junho de 2014

Por que você não arruma namorado?

Você não entende como não começa um relacionamento, como não se apaixona novamente, como não muda de vida. Reclama da ausência de opções. É bonita, inteligente, divertida.

Minha hipótese é que não abandonou o passado. Mantém flertes com o ex indiferente, ou continua saindo com sujeito que jamais assumirá o romance. Raciocina que, enquanto não vem o escolhido, o príncipe, pode se entreter com velhas paixões. Mas todos pressentem quando uma mulher está enrolada, todos intuem o caso mal resolvido, e não se aproximam. Não virá ninguém para espantar os corvos e dissolver essa atmosfera pesada de Prometeu. É trabalho em vão soterrar o precipício. Mulher desinteressada é impossível. Ninguém ousará quebrar o monopólio de sua dor.

Você cheira a encrenca, cheira fidelidade a um terceiro. Seus ouvidos estão lentos, sua boca paira em distante lugar, seus olhos se distraem seguidamente. Não tem brilho na pele, porém tensão nos ombros. Sua respiração é um poço de suspiros.Vive ansiosa por notícias, por reatos, mensagens. Não presta atenção, não se entrega para as casualidades.

quarta-feira, 11 de junho de 2014

Como se libertar de emoções reprimidas

Não há tomada de consciência sem dor. As pessoas vão fazer qualquer coisa, não importa o quão absurdo, para evitar enfrentar a sua própria alma. Não se torna iluminado imaginando figuras de luz, mas fazendo a escuridão consciente .
 Carl Gustav Jung
Uma maneira comum em que lidamos com emoções desagradáveis ​​é suprimir ou ignorá-los. Estes são mecanismos de enfrentamento normais que nossas mentes usa para lidar com situações que particularmente não querem lidar com o momento presente. Quando as emoções fortes entram em nossa consciência, muitas vezes há algo dentro de nós que diz: "Isso vai arruinar a minha felicidade agora e eu não gosto disso, então eu vou lidar com isso mais tarde." O problema com esta abordagem é que "mais tarde" nunca vem e essas emoções são empurrados ainda mais para baixo, de nossa consciência.

É uma lei básica do universo que a energia não pode ser criada ou destruída, só pode mudar de forma. A mesma lei se aplica à nossa consciência . Podemos suprimir emoções por muito tempo e, apesar de deixar a nossa consciência, isso não significa que eles são completamente desaparecido. Esta energia emocional reprimida fica enterrado nas profundezas da cave do nosso subconsciente, onde se senta reunindo 'poeira emocional ".

terça-feira, 10 de junho de 2014

Esteja atento ao seu Ego:

ele se manifesta quando você menos espera. Ao menosprezar a experiência alheia. Ao desprezar a importância que algo tem para alguém. Até mesmo ao dar um conselho: lá está ele, à espreita. Tentando mostrar o quanto sabe das coisas. O quanto conhece do mundo. O quanto é melhor melhor melhor do que o próximo. 

Acorda. Você não é melhor e nem pior do que ninguém - eu não sou, ninguém é. Você não é nada além do que escolhe ser, então escolhe direito, levando em consideração CONSCIENTEMENTE o que existe dentro de você - já que não levamos em consideração nada além do que somos, mesmo.

sábado, 7 de junho de 2014

Promessas são sempre para amanhã

"Nem o líder religioso, nem o político está interessado nas pessoas que eles fingem liderar. 
Eles estão interessados em ser líderes - e, claro, o líder não pode ficar sem o seu grupo, por isso é uma necessidade continuar prometendo coisas às pessoas.

 Os políticos prometem-lhes coisas deste mundo; líderes religiosos prometem-lhes coisas do outro mundo. Mas você vê alguma diferença no que eles estão fazendo? Ambos são prometedores, para que você continue os seguindo.
A promessa o mantém com a multidão - e promessas não custam nada. 

Você pode prometer qualquer coisa. Promessas são sempre para amanhã, e o amanhã nunca chega.

sexta-feira, 6 de junho de 2014

Medo de estar sozinho




"Sempre que você está sozinho, surge um medo profundo – porque de repente o falso começa a desaparecer, e o verdadeiro vai demorar um tempo. Faz anos que você o perdeu. Você terá de levar em conta que essa lacuna tem de ser transposta." 
OSHO

quarta-feira, 4 de junho de 2014

Desprenda-se



Deixe que venha...Deixe que vá...Desprender-se das coisas é um ato que encerra muito mais poder do que agarrar-se a elas.Não busque interpretações.
 Todas as pessoas erram apenas porque são humanas, não existe nenhuma explicação mais necessária do que esta , pare de crucificar o outro ou você.
Enquanto você julga, não existe paz e você identifica-se com o acontecimento, como se fosse ele e passa ter aquela marca...eu fui...eu sou....Desprenda-se.A serenidade é nobreza!!!!!

Rosalia Schwark

terça-feira, 3 de junho de 2014

Ninguém cresce se não encarar seus próprios fantasmas.


Sabe aquela história de “quanto mais eu rezo, mais assombração me aparece”? Já teve essa impressão?

Ela pode se projetar de outra forma, como aquele que diz: “estranho, na mesma proporção que me sinto mais aberto, mais perceptivo, mais consciente, mais dificuldades surgem no meu caminho.” – Você já pensou assim?

Acontece que quanto mais atentos ficamos mais sensíveis e quanto mais sensíveis, mais claro tudo vai ficando, inclusive as pedras e obstáculos do nosso próprio caminho. Se antes não víamos, agora vemos! Não é que as dificuldades aumentam, mas agora você as discerne, enxerga o que antes não via e isso é bom!

Uma vida de absolutas facilidades, com caminhos plenamente estáveis, nos cauterizaria a consciência. Enxergar seus limites, lidar com suas fraquezas e superá-las é parte essencial do caminho de qualquer um que almeja a maturidade.

Você atrai o que você é!

Quem nós pensamos que somos está intimamente ligado a como nos consideramos tratados pelos outros. Muitas pessoas se queixam de que n...

Veja mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...