quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Vamos criar uma tela mental de amor?

Por: Flavia Melissa
A vida se descortina agora, diante de seus olhos, com tantas cores e sentidos e sabores que é de botar qualquer um maluco. Mas você vê? Está com olhos abertos? Estar desperto é bem mais do que estar acordado.
Nossa visão é muito, muito limitada. Vemos apenas aquilo que existe dentro de nós. E quando nosso interior está dominado pelo medo, pela incerteza, pela angústia e pelo desespero, é apenas isso que vemos ao nosso redor. E toda situação se transforma em algo potencialmente assustador, porque o personagem central é apenas o medo e nada mais.
Existe uma forma bastante simples de transmutar o medo em amor. Pergunte-se, sempre, diante do que você sente, o que você faria se cada pequena célula do seu corpo fosse preenchida e recheada de amor. Como a sua vida e a sua realidade seriam alteradas se não houvesse medo em parte nenhuma de você. Quais atitudes você teria, como se comportaria, quais seriam os seus pensamentos?
E, então, faça um esforço consciente e focado em alinhar-se com esta pessoa e com esta visão de mundo. Toda vez que seus pensamentos te direcionarem para outro lugar, pare tudo, inspire e expire e crie em sua tela mental a imagem do que você viveria e faria e pensaria se não sentisse medo. Se amor fosse a "cola" a grudar todas as suas células.
Porque, sabe? Ele é.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...