sábado, 26 de outubro de 2013

Tudo na vida tem prazo de validade.




Em alguns casos pode durar menos, outros mais, o fato é que chega o tempo em que a textura muda, o sabor termina, o doce azeda.

Se nem tudo vem com rótulo, cabe a nós discernirmos o tempo de cada coisa, interpretando os sinais de que, o que era bom, agora deixou de ser. Venceu.

O problema não é que as coisas estragam, mas a nossa incapacidade em perceber que o prazo venceu.
Profissões também vencem.

Se ao envelhecer, o sujeito continuar com as mesmas expectativas do tempo em que estudava, será um eterno estagiário.

É preciso realimentar as ambições, direcionando os passos a partir do último degrau galgado, não do primeiro.

Casais que esperam encontrar no passar dos anos exatamente os mesmos sentimentos dos primeiros dias, se decepcionarão.

A relação não ficou ruim, ela só mudou.

Tudo muda.

Saber disso, é andar consciente e, só para de caminhar, quem venceu todos os prazos.

Com o tempo, os prazos vencem, a vida muda de cor e o que fazia sentido perde o valor.

Mas é sempre assim.

Dê valor enquanto tem, entregue enquanto pode, mas, o dia em que o prazo vencer, não insista. Não lute contra ele.

Caminhe com gratidão, sabendo que deu seu melhor e que chegou onde deveria chegar, partindo em seguida para novos e melhores caminhos.

Depois dos prazos, novas contagens, novas estradas, novas possibilidades, renovação.

Para tudo há um prazo, cada coisa o seu tempo, o que começa , um dia acaba.

Sábios os que percebem.  

Flavio Siqueira 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...