terça-feira, 27 de agosto de 2013

Falsas Crenças




Todas as religiões estão contra tudo aquilo que alegra o homem.

 É o interesse investido deles manter o homem miserável, de destruir toda possibilidade dele encontrar paz, alegria e preenchimento de encontrar o paraíso aqui, agora. 

A miséria do homem é absolutamente necessária para que o "outro mundo" exista. Por exemplo, se o seu sexo for satisfeito,  você não precisa de Deus, porque sua vida está preenchida. Mas se o seu sexo for condenado, reprimido, destruído, se você se sentir culpado quanto a isso - Assim Deus continuará vivendo para sempre. 

A energia de Deus deriva de seu suicídio!
As religiões lhe ensinaram que você não é par te deste mundo; você está aqui para ser punido, para arrepender-se de seu "pecado original." Eles tinham que fazer isso a fim de criar Deus, que é uma ficção poética; e para criar o paraíso, que é uma extensão da ambição humana; e para fazer as pessoas temerosas do inferno, que é para criar um grande medo bem no centro da alma humana. 

Claro que estas ficções são muito proveitosas para os sacerdotes. Nenhuma religião aceita o simples, o natural e factual fenômeno de que o homem é uma unidade - corpo e consciência juntos - e esse mundo não está separado do homem. 

O homem está enraizado neste mundo assim como as árvores estão enraizadas. E as raízes são partes tão essenciais da árvore como as flores. De fato, sem raízes não haveria nenhuma árvore! Este planeta, esta terra é nossa mãe e somos todos parte de uma força de vida - partes da existência oceânica. 

E porque somos um bem dentro em nosso centro, existe a possibilidade de amar. Sou contra todas as religiões organizadas, sem nenhuma exceção. Pela simples razão de que a verdade não pode ser organizada, o amor não pode ser organizado - não é política.


Todas essas religiões fizeram vocês partes da multidão, dependentes da multidão. Eles retiraram sua individualidade, sua liberdade, sua inteligência. Em lugar disso eles deram falsas crenças, que nada significam. 

OSHO


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...