sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Todos somos médiuns...


Mediunidade não é privilégio, nem um troféu pra ser exibido na sala de estar. Mediunidade é um atributo comum entre todos nós. Todos somos médiuns. Não é porque você vê, sente ou ouve alguma coisa que isso te faz ser melhor e mais privilegiado que o outro. Isso é bobeira. É ilusão e ego de quem está mais preocupado em aparecer e se auto afirmar, do que em fazer. A intuição que todos possuímos já é a melhor e mais eficaz mediunidade que existe. Quando você aceita que é um médium como qualquer outro Ser mortal do planeta, você entende que todos somos meios e intermédios (médiuns) que servem de ponte entre algo invisível e algo visível. Entre o ponto A e o ponto B de qualquer objetivo. E isso é invariável, pois mesmo quem é Ateu ou não acredita nisso, também já nasce médium mediante este prisma de entendimento.
A verdadeira mediunidade, que todos possuímos sem exceção, é a nossa intuição pelo que podemos escolher e fazer de bom e de melhor, para nós e para quem está ao nosso redor. É acordar todos os dias com a certeza de que surgiu mais uma oportunidade de ser gentil, positivo, educado, compassivo e mais humano. É saber que um abraço, um sorriso, um aperto de mãos, um cumprimento, uma gentileza ou uma palavra positiva, podem transformar o dia ou a vida de uma outra pessoa sem que sequer percebamos esse resultado. Isso é praticar mediunidade! Só o ato de pensar desta forma já é uma certeza de que o resultado será positivo e construtivo para nós e para o outro.

A verdadeira mediunidade é aceitar-se como sendo este meio, este intermédio para algo melhor, realizador e positivo, e acordar com um pouco mais de humanidade nas atitudes e nas palavras. Quanto ao restante, acredite: todos temos o poder de ouvir, ver e sentir qualquer coisa. Basta acreditarmos verdadeiramente nisso para que a coisa se manifeste naturalmente.
Mediunidade não se adquire durante a vida. Ela nasce dentro de você na maternidade e é ou não praticada por você durante a vida, positivamente ou negativamente, todas as vezes que você interage de alguma forma com uma outra pessoa!

Por: Ricardo Prado 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...